TPM: o que é, sintomas e como aliviar

Adicionar aos favoritos
10 janeiro, 2019 Por Priscilla Riscarolli

Toda mulher que menstrua está fadada aos sintomas da TPM. Algumas de forma leve, outras com intensidade, o fato é que ninguém gosta desse período, nem mesmo quem precisa conviver com uma mulher com os hormônios desequilibrados.

O que é?

A tensão pré-menstrual, chamada de TPM, é o conjunto de sintomas que acontecem com uma mulher alguns dias antes de ela menstruar. Esses sintomas se manifestam porque os hormônios da mulher estão alterados por conta da fase de ovulação que ela está terminando de passar.

Quando o óvulo não é fecundado por um espermatozoide, então ele vai ser eliminado na forma de menstruação e, ao mesmo tempo, ocorre uma queda de todos os hormônios envolvidos nesse processo. Então, os sintomas da tensão começam a surgir de forma oposta a como a mulher estava se sentindo dias antes.

Sintomas físicos e psicológicos

sintomas da tpm

Crédito: Freepik

Os hormônios envolvidos no ciclo menstrual fazem a mulher se sentir mais bonita e disposta na primeira quinzena do mês, até o momento da ovulação. Depois, na segunda quinzena, os níveis desses hormônios baixam e a mulher começa a se sentir indisposta, inchada e incomodada por mais alguns dias. Veja quais são os sintomas mais comuns.

1. Inchaço

Alguns dias antes da menstruação e enquanto ela acontece é comum a mulher sentir inchaço na região do abdômen. Algumas também sofrem com a retenção de líquidos e por isso sentem o corpo todo mais inchado e desconfortável.

2. Alterações de humor

Nesse momento do mês, toda essa alteração hormonal que está acontecendo no corpo afeta o controle do seu humor. Faz parte do processo natural do corpo feminino. É por isso que tantas mulheres choram como crianças em um minuto, e no outro já estão tendo um ataque de risos ou de raiva.

3. Dor de cabeça

Assim como os hormônios alteram as condições de humor, eles também afetam outras áreas do cérebro, o que pode resultar em dores de cabeça de diferentes intensidades.

4. Sensibilidade nos seios

Além da sensibilidade emocional, o corpo da mulher também fica mais fragilizado durante os dias antes da menstruação, especialmente nos seios, que estão diretamente envolvidos no processo de ovulação, já que começariam a produzir leite caso a mulher tivesse engravidado.

5. Pele oleosa

Até mesmo a acne pode aumentar durante a TPM. Enquanto na primeira metade do mês, a pele da mulher tende a ficar mais bonita, lisa e sem oleosidade, quando a ovulação termina, acontece o oposto. A pele fica mais oleosa e opaca. Essas mesmas alterações ocorrem com o cabelo e os lábios.

6. Alterações do apetite

A regulação do apetite, que ocorre também com a participação de hormônios, é outro mecanismo afetado durante a tensão pré-menstrual. Algumas mulheres vão perder a fome, enquanto outras vão atacar a geladeira como se não houvesse amanhã.

7. Alterações do sono

A qualidade do sono não fica de fora da lista de alterações nesse período. Há mulheres que ficam sem conseguir dormir e outras que sentem-se sonolentas o dia inteiro. Não há um padrão de sintomas idênticos em todas as mulheres, pois cada organismo tem suas particularidades.

8. Cólica

As constantes cólicas são o sintoma principal que acontece antes e durante a menstruação. Algumas bem fortes, outras leves, mas sempre incomodam. Elas ocorrem por causa das contrações que o útero faz para eliminar o óvulo não fecundado.

Quanto tempo dura?

TPM quanto tempo dura

Crédito: Freepik

Os sintomas normalmente começam 3 ou 4 dias antes da menstruação e terminam junto com ela ou no dia seguinte. Essa é a média, mas também varia de mulher para mulher. Até mesmo porque algumas mulheres quase não sentem esses sintomas, logo vão achar que só os tiveram por uns 2 ou 3 dias no total.

Dicas para aliviar

Como você viu, todo o organismo da mulher acaba sofrendo as consequências de ela não ter engravidado. Altera o sono, a fome, o humor, a sensibilidade física e emocional. Em alguns casos chega a impedir que a mulher faça suas atividades rotineiras. Veja a seguir o que pode ser feito para aliviar os sintomas. Teste para ver se funciona com você.

Tomar chás

Os chás para aliviar TPM possuem propriedades analgésicas, estimulantes para o fluxo acabar mais rápido, calmantes e antiespasmódicas, reduzindo as contrações uterinas que causam a cólica. As plantas mais recomendadas são boldo, arruda, agoniada, canela, cravo-da-índia, angélica, calêndula, gengibre com hortelã, orégano, verbena e camomila.

Repousar

Quando todo o corpo parece estar em total desequilíbrio por causa de tantos sintomas, nada melhor do que colocar um pijama, deitar em um lugar confortável e relaxar com uma bolsa de água quente sobre a região pélvica. Momentos de repouso ajudam muito a reduzir o mal estar.

Praticar atividade física

Depois do repouso, quando estiver se sentindo melhor, também é importante praticar alguma atividade física, mesmo que seja bem leve. A intenção é manter o corpo em movimento, com todos os sistemas trabalhando para voltarem ao “normal” e esses sintomas irem embora (até o próximo mês).

Alimentar-se bem

Durante a TPM, devem ser evitados os alimentos que causam inchaço, como os industrializados, com muito sal, açúcar, condimentos e gorduras saturadas. Deve-se dar preferência para frutas, legumes, verduras, carnes magras, queijos sem gordura, ovos, oleaginosas, farinhas e grãos integrais.

Homem tem TPM?

Pode-se dizer que sim, homens também têm “TPM”, mas é claro de que forma diferente. Esse apelido foi dado ao que se chama de “síndrome do homem irritável” ou “síndrome da irritação masculina” apenas porque alguns sintomas coincidem com os que as mulheres sentem no período pré-menstrual.

Nos homens essa alteração de humor é decorrente de uma queda na produção de testosterona, mas que não tem período fixo, diferente das mulheres. Portanto, como também se trata de uma alteração hormonal, o homem pode se sentir mais irritado, agressivo ou emotivo do que o habitual.